Karatê é a atividade que desenvolve o equilíbrio físico e mental

O karatê é uma arte marcial que tem origens em Okinawa, no Japão. Ao contrário do que se pensa, enfatiza as técnicas de defesa, como ataques de mão e chutes, ao invés das de luta com projeções e imobilizações. Essa arte está ligada não só ao equilíbrio corporal, mas ao da mente, pois ajuda a desenvolver a paciência, a disciplina e a concentração.

As técnicas de defesa, além de katas (lutas imaginárias), são ensinadas nas aulas de karatê shubu-dô na sede de Curitiba. Com esses princípios, os alunos desenvolvem motricidade (consciência corporal), condicionamento físico e autoestima, perdem peso e tem a musculatura tonificada. Atualmente, a técnica é mais utilizada para competição.

Nas aulas, as crianças também têm espaço, realizando movimentos adequados à faixa etária de 6 a 12 anos. Elas aprendem, além de dominar o corpo e outros fundamentos, a trabalhar o equilíbrio emocional e em equipe.

A turma dos sócios mirins se reúne às terças e quintas-feiras, a partir das 19h. Logo depois vem a aula dos adultos, às 20h.

Investimento: taxa mensal (a consultar com o professor)
Contato:
Professor João Henrique Sippel - telefone (41) 9911-3725.

 

bot_o associe-se.png

PesquisaSaude-600x400.png

Pesquisa inédita revela adoecimento crônico dos empregados da Caixa

Um em cada três teve algum problema de saúde relacionado ao trabalho nos últimos 12 meses e mais da metade já sofreu ao menos uma situação de assédio moral. Remédios mais usados são os antidepressivos e ansiolíticos

SELETIVA.png

Talentos Fenae/Apcef: seletivas de Música realizadas em mais 10 Apcefs

Associados e convidado assistiram de perto as apresentações das composições e interpretações. Os primeiros colocados já garantiram vagas para concorrer a final em dezembro, em Natal (RN)

_MG_9311.jpg

Rita Serrano: Mudança no estatuto da Caixa é novo ataque ao banco público

Representante dos empregados no CA, Rita Serrano votou contra alteração que acaba com exclusividade de empregados assumirem diretorias