Resolução
Publicado em: 17.07.2012
Atualizado em: 09.09.2018

Resolução da Diretoria nº. 001/18 - Acesso à Sede Social

As resoluções a seguir visam estabelecer as regras básicas para acessos de sócios e seus convidados.

1) Terá acesso regular à Sede Social:

a) Os sócios em pleno exercício de seus direitos
b) Os empregados da APCEF/PR e Prestadores de Serviços
c) Os convidados

2) O acesso à Sede Social se fará mediante a apresentação de Carteira Social, identificação digital ou de Convite, que serão submetidos ao controle eletrônico de acesso.

a) A recusa de Carteira Social pelo controle eletrônico implicará o comparecimento de seu titular à Secretaria da APCEF/PR, com o necessário desimpedimento da entrada de veículos.
 

b) A abertura da cancela para a passagem de um veículo somente ocorrerá se as carteiras sociais e/ou convites de todos os seus ocupantes forem liberados pelo controle eletrônico.

2.1) O acesso poderá ser feito, também, mediante identificação digital.

3) O sócio será responsável pelo comportamento de seus convidados, inclusive por eventuais descumprimentos de normas, danos ao patrimônio ou débitos por despesas na lanchonete e/ou restaurante, em conformidade com o disposto no Estatuto Social.

4) Cada sócio poderá solicitar à Secretaria da APCEF/PR a emissão de convites a pessoas de seu relacionamento, observando-se os seguintes critérios:

a) O sócio titular poderá solicitar até 01 (um) convite anual, gratuitamente, em nome de uma mesma pessoa. Entretanto, nenhuma pessoa poderá ser convidada gratuitamente mais de uma vez por um mesmo sócio ou por sócios diferentes.

b) Caso o associado titular queira convidar uma pessoa que já foi convidada até o limite supracitado (uma vez) poderá fazê-lo, pagando o convite no valor de R$ 10,00 (dez reais). Contudo, esse valor será válido somente para o segundo convite, sendo que a partir do terceiro convite para a mesma pessoa, será cobrado o valor de R$ 30,00 (trinta reais).

c) Aos Avôs, pais, sogros (as) e filhos maiores do sócio titular, não se aplica o previsto nos itens anteriores, ou seja, essas pessoas poderão ser convidadas gratuitamente pelo sócio titular ilimitadamente.

d) Crianças até a idade de 11 anos estão dispensadas do pagamento da taxa de convidado, desde que estejam acompanhadas por seus responsáveis.

e) O sócio tem direito de trazer até 05 (cinco) convidados por visitação.

5) A solicitação de emissão de convite deverá ser feita com antecedência através de e-mail, WhatsApp ou APP, informando o nome completo do convidado e número de CPF.

6) Os membros da Diretoria Executiva e Gerência poderão autorizar a emissão de convites, sem que lhes sejam aplicados o disposto no parágrafo 2 do item 4 desta resolução.

7) O acesso de convidados a Sede Social só é permitido na companhia de sócio titular ou dependente maior de 18 anos.

8) Não será emitido convite aos ex-associados, que tenham sido penalizados nos termos do Artigo 22, alínea “c” do Estatuto da APCEF/PR.

9) Os alunos das escolinhas de futsal, tênis e karatê, entre outros, só terão autorização de ingresso, mediante solicitação do arrendatário, acompanhada da lista nominal dos convidados para liberação pela Diretoria Executiva.

10) Quando ocorrer a realização de eventos esportivos, a emissão de convites poderá ser substituída por uma lista geral elaborada pela área organizadora do evento.

11) Os frequentadores dos espaços arrendados (restaurante e lanchonete) deverão receber o tíquete de controle de entrada e saída na portaria e se obrigarem a devolvê-los na saída , devidamente carimbado pelo arrendatário e não poderão permanecer no interior da Sede Social por mais de 03 (três) horas, sob pena de seu acesso não ser permitido em outra ocasião.

12) Os arrendatários e seus empregados fixos terão de portar, obrigatoriamente, seus crachás de identificação, para acesso às dependências da Sede Social.

13) O arrendatário é obrigado a enviar à Secretaria da Sede Social, com antecedência de 24 (vinte e quatro) horas, relação de empregados ou profissionais contratados, para execução de serviços eventuais que trabalharão nas dependências do da sede social sob sua responsabilidade.

14) Não será permitida a entrada de profissionais contratados por arrendatários, cujos nomes não constem na lista em poder da portaria da sede social.

15) Na relação de empregados e/ou profissionais contratados para serviços eventuais, deverá constar nome completo, RG e órgão expedidor, dias e horários de trabalho.

16) O acesso de fornecedores dos arrendatários obedecerá aos horários estabelecidos no regulamento da Sede Social.

17) Os sócios, no uso de Salão de Festa/Churrasqueiras, deverão encaminhar listagem de seus convidados com nome completo, número CPF, os quais serão devidamente identificados, mediante apresentação do documento.

18) A inobservância desta resolução por empregados caracterizará falta grave, para todos os efeitos legais e trabalhistas.

 

Esta resolução passa a vigorar a partir de 5 de setembro de 2018.

 

 

Vilmar Smidarle
Presidente da APCEF/PR

MATRIZ CAIXA 600X400.jpg

Não tem sentido! Caixa lucra mais, mas com redução do papel social e dos investimentos

O banco teve lucro líquido 11,5 bilhões entre janeiro e setembro. Mais uma vez, resultado recorde foi obtido com retratação do crédito, mais tarifas e redução do número de empregados

card-fenae-deficit-02.png

Deficit da Funcef continua crescendo

Fundação ganha mais com juros cobrados dos participantes no CredPlan do que com os títulos públicos. FIPs têm a maior valorização, com 10,89%

Matriz3-600x400.jpg

CEE/Caixa se reúne com o banco no dia 12 de dezembro

Dionísio Reis, coordenador da comissão, lembra que os empregados do banco podem enviar sugestão de patuás para as mesas de negociações