Clínica na área de fisioterapia atende na sede social

Quem necessita de fisioterapia, R.P.G e Pilates, pode fazer essas e outras atividades na sede social, em Curitiba. Lá funciona uma clínica de fisioterapia, que atende os associados, especialmente os empregados da Caixa Econômica Federal. Em parceria com a Qualidade & Vida Clínica de Fisioterapia, oferece diversas especialidades.

Na clínica, o associado tem a oportunidade de fazer também acupuntura, nutrição, psicologia e psicopedagogia. Ainda pode escolher tratamentos alternativos, na área de estética, como os voltados a pré e pós-operatório, terapia das pedras e massagens, como reflexologia. No que diz respeito à fisioterapia, uma equipe multidisciplinar atende todas as áreas (ortopedia, neurologia, cardiorrespiratória, geriatria, pediatria, uroginecologia e dermato funcional).

Durante os tratamentos, os equipamentos mais utilizados na eletroterapia são ultrassom, corrente russa, endermoterapia, radiofrequência, alta frequência, eletrolipólise e corrente interferencial. Na Mecanoterapia, a clínica trabalha com Estúdio de Pilates completo.

A clínica pode ser utilizada, além de sócios da APCEF-PR e todos os empregados da Caixa, por funcionários da associação e seus familiares.

Como utilizar: É preciso ligar para agendar avaliação e consultas. A clínica atende pelo Saúde Caixa. Para quem não possui o plano, o valor cobrado é pela tabela AMB Saúde Caixa. Para quem possui seguro Saúde Bradesco, Sul América, Porto Seguro, entre outros, o segurado poderá solicitar reembolso ao seu plano.

Período de uso: De segunda a sexta-feira, das 8h às 20h.

Contato: Telefone (41) 3296-2157 e (41) 99666-5026 (whatsapp)

 

bot_o associe-se.png

MATRIZ CAIXA 600X400.jpg

Não tem sentido! Caixa lucra mais, mas com redução do papel social e dos investimentos

O banco teve lucro líquido 11,5 bilhões entre janeiro e setembro. Mais uma vez, resultado recorde foi obtido com retratação do crédito, mais tarifas e redução do número de empregados

card-fenae-deficit-02.png

Deficit da Funcef continua crescendo

Fundação ganha mais com juros cobrados dos participantes no CredPlan do que com os títulos públicos. FIPs têm a maior valorização, com 10,89%

Matriz3-600x400.jpg

CEE/Caixa se reúne com o banco no dia 12 de dezembro

Dionísio Reis, coordenador da comissão, lembra que os empregados do banco podem enviar sugestão de patuás para as mesas de negociações